Atualização 29/Abril

Foram inseridos os seguintes tópicos:

  • IllumiNations: Reflections of Earth – Vídeo completo com o show de fogos de artifício do Epcot. 
  • Main Street Electrical Parade – Nova página dedicada a o desfile, com fotos e vídeo completo.
  • Benefícios dos Hotéis Resort Disney – Nova página com os detalhes de cada benefício de quem se hospeda em um Resort Disney.
  • Dicas – Nova página contendo diversas dicas para quem esta planejando sua viagem à Orlando.

 

Todas as atualizações estão nos LINKS do top da página.

Dicas de Viagem

A cidade de Orlando, no estado da Flórida – Estados Unidos, reserva muita diversão para você e toda sua família, isso porque lá reside o reino da magia e da fantasia, aqui o faz de conta toma as ruas e a adrenalina nos leva em uma viagem ao espaço. Prepare-se para uma das melhores viagens de sua vida.

Preparamos esse guia para você aproveitar ao máximo, os principais parques da cidade. A Walt Disney World é composta por quatro parques temáticos (Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom) e dois parques aquáticos (Blizzard Beach e Typhoon Lagoon), já o complexo da Universal é composto por dois parques temáticos (Universal Studios e Island of Adventure – onde fica localizado a área temática de Harry Potter) e um parque aquático (Wet’n Wild). O grupo Sea World Parks & Entertainment comando os parques temáticos (Sea World, Disconvery Cove e Busch Gardens – este, localizado em Tampa, cidade próxima a Orlando), além do parque aquático (Aquatica).

Como você já deve ter notado, são 13 parques à sua espera na capital mundial da diversão, além das compras é claro, são diversos shoppings e outlets à sua espera.

PLANEJE-SE COM ANTECEDÊNCIA. Quem planeja uma viagem de turismo com antecedência, aproveita muito mais. Em uma viagem para Orlando, não seria diferente. Procure o melhor preço e dê preferência para uma agência de viagens. Cuidado com as diversas “pegadinhas” que a internet prepara para você. Não confie em sites que ofereçam desconto em ingressos ou que estejam muito mais baratos que nas agências (geralmente são ingressos de outras pessoas que estas empresas revendem e isso pode te prejudicar na entrada do parque – pois todos devem além de apresentar o ticket e colocar sua impressão digital, se esta não bater com a do primeiro uso, você não poderá entrar no parque). Após a compra da viagem, reserve algumas horas antes para estudar os mapas dos parques, consultar a exata localização do seu hotel, bem como dos shoppings e outros pontos turísticos.

RESERVE TUDO ANTES DE SAIR DO BRASIL. Orlando é uma das cidades mais visitadas do mundo, sendo assim, é imprescindível que você deixe tudo reservado antes de sair do Brasil. Vale a pena comprar os ingressos com antecedência, embora sejam os mesmos valores comprando no Brasil, você evitará longas filas nas entradas dos parques, e muitas das vezes ainda pode parcelar junto com o seu pacote de viagem. E lembre-se do SEGURO VIAGEM – mesmo não sendo obrigatório, é de suma importância fazê-lo em qualquer viagem ao exterior.

VESTUÁRIO – O QUE LEVAR? Se a sua vontade é de fazer grandes compras, não leve muita coisa do Brasil e deixe para comprar lá. O clima no verão é bastante quente, use roupas leves e não se intimide com o chinelo, muitos utilizam-o para melhor conforto dentro dos parques. Já no inverno a temperatura pode chegar a 4 graus, o ideal é levar uma agasalho forte para esta temperatura. Em geral outono e primavera possui temperaturas mais amenos.

ALUGUE UM CARRO COM GPS. Se você não estiver comprado um pacote de viagem no formato de grupo, o ideal é alugar um carro. Independente da localização do seu hotel, a melhor maneira de se locomover na cidade é de carro. O transporte público, embora existente, é extremamente demorado e o táxi, em geral, é caro. Muitas pessoas acreditam que todos os parques estão próximos, mas essa informação não é verdade. Os parques ficam ao longo da avenida International Drive, e a ida de um complexo ao outro pode levar quase 1 hora dirigindo. Com o GPS, você não precisa saber exatamente o endereço do parque que deseja visitar, basta digitar o nome no aparelho, que lhe mostrará o caminho mais rápido e fácil. É recomendável, fazer a reserva do carro antes de sair do Brasil, em geral, as diárias ficam muito mais baratas do que fazer no destino. Uma dica importante é sempre respeitar o limite de velocidade e onde estiver a placa STOP, pare mesmo. Cuide com os pedágios e use a cancela manual pois se passar na que tem escrito “SUN PASS”, sem ter o chip habilitado, poderá ter que pagar uma multa de U$ 100,00.

disney-transportationDISNEY TRANSPORTATION. Para aqueles que ficam hospedados no complexo Disney, são oferecidos diversos benefícios como por exemplo, o Disney’s Magical Express – um transporte gratuíto que leva você do aeroporto de Orlando ao seu hotel e no dia de retorno, novamente ao aeroporto. Além disso, você pode utilizar os diversos ônibus, que lhe levarão à todos os parques temáticos e aquáticos do complexo e ao Downtown Disney, em geral, partindo de 20 em 20 minutos de todos os Resorts Disney. Estes ficam disponíveis até 1 hora após o fechamento de cada parque.

DIÁRIAS DE HOTEL. Em geral, as reservas nos hotéis dos Estados Unidos iniciam a partir das 16 horas, sendo assim, se o seu voo chegar na cidade antes desse horário, você deverá deixar sua bagagem no porta volumes do hotel (cobrado à parte) ou esperar pelo horário do check-in. Outra sugestão (principalmente para quem esta viajando com os filhos), é adquirir uma noite extra de hospedagem, iniciando no dia anterior a sua chegada, assim se o seu voo chegar às 06 da manhã por exemplo, você não precisará esperar até às 16h para entrar no quarto.

ELETRICIDADE. A corrente elétrica de Orlando é 110v. As tomadas são de dois pinos chatos ou dois pinos chatos com um pino redondo (terra).

CONHEÇA ANTECIPADAMENTE CADA PARQUE. Cada parque possui sua temática e atrações bem definidas. Você conhecendo um pouco melhor cada parque, poderá programar o seu dia com uma certa antecedência, não perdendo tempo, por exemplo, em atrações, que não será do seu interesse ou que, não seja aconselhável para crianças. Cada parque possui um mapa (que poderá ser encontrada no idioma português), com esse é possível verificar um breve resumo de cada atração, bem como se possui altura mínima para as crianças. Em todos os complexos, você encontrará diversão para todas as idades.

parkinglot

ESTACIONAMENTO. Assim como os parques, os estacionamentos são bastante grandes. Cada fileira de carros, possui um código de área (geralmente um personagem e um número), esses devem ser memorizados ou anote em algum local para não esquecer ou tire uma foto de sua câmera fotográfica ou celular, pois no final de um dia de aventuras, você não irá querer perder muito tempo procurando o seu carro, não é mesmo? O valor médio de cada estacionamento é de US$ 15, por dia, mas é importante que guarde o recibo do pagamento, pois caso queira sair e voltar ao parque no mesmo dia, não há a necessidade de um novo pagamento.

INGRESSOS DOS PARQUES. Guarde muito bem os seus ingressos, pois em geral, servem para todos os parques de cada complexo. Exemplo: 1 ingresso da Disney é utilizado para todos os dias de parque comprado, assim não será 1 ingresso para cada dia. O mesmo acontece com a Universal: se você comprar os dois parques, receberá 1 ticket que dará direito de entrada nos dois parques. Se você estiver hospedado na Disney, o ingresso estará inserido na cartão-chave do hotel.

BAGAGEM DE MÃO NOS PARQUES. Você terá dias de muitas caminhadas e aventuras, portanto, não leve mochilas ou bolsas muito pesadas para os parques. Todos os itens pessoais trazidos são revistados na entrada dos parques, mas isso não impede que você carregue um lanche ou bebida. É importante também, que você sempre carregue junto uma cópia do passaporte ou algum documento com foto. Não há a necessidade de estar sempre andando com muito dinheiro (pode-se deixar boa parte dele no cofre do hotel), cartões de crédito são amplamente aceitos em todos os lugares, inclusive nos quiosques espalhados pelo parque. Durante o verão, você não pode esquecer do protetor solar, pois fazem dias muito quentes na Flórida, e tome sempre, muita água.

GORJETAS – A prática da gorjeta nos Estados Unidos é bastante comum. Para os carregadores de mala, por exemplo, é usual pagar de US$0,50 a US$1,00 por volume. Já o motorista de táxi, em torno de 15% do valor da corrida. Em restaurantes a “Tip” já vem sugerida na conta, mas também é em torno de 15%.

Esta página estará sempre em atualização. Se você tiver uma sugestão ou dúvida, por favor, nos escreva através dos comentários da página.

Você conhece a história de Walt Disney?

Nascido em 5 de dezembro de 1901, na cidade de Chigaco, Estados Unidos,  Walt Elias Disney era o quarto filho de Flora e Elias Disney. De todos seus irmãos, Roy era o mais apegado a Walt que depois veio a prestar uma ajuda inegualável ao irmão. Preocupado com a educação dos filhos, Elias resolveu se mudar com a família para uma fazenda em Marceline, no estado de Missouri, onde viveram até 1910 do cultivo da maçã e ameixas. Muitos dizem que os anos na fazenda em Marceline foram os mais felizes para Walt. A Mains Street (região dos parques Disneyland e Disney World) foi uma homenagem realizada a essa fazenda. O trabalho era tanto na fazenda, que os dois irmãos mais velhos, Ray e Herbert, tomaram a decisão de fugir de casa e buscar a sorte em outro lugar.

Em 1910, a família Disney se mudou para Kansas City, onde Roy e Walt foram os primeiros entregadores do jornal Kansas City Star, seu pai acabara de conseguir a exclusividade na distribuição. Walt tinha 9 anos e seu pai exigia um trabalho extremamente rápido e sem erros, qualquer problema que pudesse acontecer Walt apanhava de seu pai. Roy entregou jornal por mais dois anos e acabou fugindo de casa também, ficando apenas Walt com 12 anos e Ruth, a irmã casula, com 10 anos.

Um dia, Walt entrou em um cinema que havia na cidade para assistir ao filme “Branca de Neve e os Sete Anões”, o filme transmitido era em versão muda e ele ficou fascinado pelo que via. Seu pai entrou furioso no cinema, puxou-o pelo braço e deu-lhe uma surra no meio da rua onde todos pudessem ver. Walt não deu muita importância, pois valeu cada segundo vendo aquele filme. Foi com 14 anos, que Walt resolveu enfrentar o pai, e desde esse momento Elias nunca mais bateu em seu filho.

Em 1916, a família Disney voltou para Chicago onde abriu uma fábrica de Geléias. Walt acompanhou os pais e matriculou-se na McKinley School e para o curso de desenho na Academia de Artes de Chicago. O pai pagava sua mensalidade como pretesto que Walt não fugiria de casa como os outros irmãos.

walt armyNos anos seguintes, Walt serviu o exército e com o dinheiro que trouxe, investiu em uma viagem de volta ao Kansas à procura de um emprego como caricaturista político. Em 1920 leu em um jornal um anúncio de emprego para trabalhar no Kansas City FIlm Ad Company, onde logo foi aceito juntamente com seu amigo Ub, mas este só entrou algum tempo mais tarde.

Anos se passaram, Walt não estava feliz. Queria mais. Entre idas e vindas ganhava algum dinheiro, mas assim como ganhava, ele perdia tudo. O primeiro personagem por ele criado foi o coelho Oswald, mas por não ler direito o contrato que tinha assinado, perdeu todo o direito sobre ele quando o coelho foi trocado de estúdio de produção. Foi aí que em 1928, lembrando de um rato que lhe fazia companhia num loft que morava anos atrás, que criou Mickey Mouse. A personalidade do ratinho falante foi criada pelo Walt e pelo Ub em conjunto, embora alguns anos depois Walt ter mencionado que se inspirou em seu ídolo Charles Chaplin para criar a personalidade do Mickey. O som no cinema, veio no mesmo ano de seu lançamento e as cores em 1931. Junto com outros personagens, como Pluto e Pato Donald, seus amigos.

Walt jamais se esqueceu daquele primeiro filme que assistiu: “Branca de Neve e os Sete Anões”. Em 1934 com um orçamento de US$ 1,7 milhões, começou a produção de um desenho inovador de aproximadamente 90 minutos. Hollywood chamava da “loucura Disney”, mas se entregou quando em 1937 quebrou todos os recordes de bilheteria nos Estados Unidos.

Seu próximo desenho, se chamaria Pinóquio e foi lançado em 7 de fevereiro de 1940. Novamente um sucesso para Walt Disney, porém por causa do alto custo de orçamento, o filme não foi muito lucrativo. A perfeição era tão grande para a época que Walt não se importava muito com o valor gasto em cada produção, era trabalho de seu irmão Roy tentar administrar da melhor forma possível a parte financeira da empresa recem criada.

roy disney

A vez da junção de música clássica e desenho animado, foi em Fantasia. Estreou em 13 de novembro de 1940 em Nova York. Fracasso total, o que acarretou grandes prejuízos para a companhia. Afim de melhorar os negócios e adquirir mais investidores Roy sugeriu ao irmão a abertura de capital da empresa. Walt relutou mas aceitou como única maneira de tentar ganhar algum dinheiro e ter o poder de colocar mais idéias na prática. Os bancos e investidores não estavam mais acreditando em Walt, e negavam todo e qualquer tipo de empréstimo por ele solicitado. Com a companhia na bolsa e a entrada de investidores, foi possível a estréia de Dumbo em 1941 e Bambi em 1942. Ambos grandes sucessos.

Você sabia que Walt Disney já esteve no Brasil? Em 1941, em suas férias forçadas por problemas de saúde, conheceu Rio de Janeiro, terra natal do personagem por ele criado: Zé Carioca, que depois dedicou um filme lançado em 1942 no Brasil primeiramente e 1943 nos Estados Unidos, chamado: Alô Amigos.

Explode a Segunda Guerra Mundial, e Walt Disney realiza filmes com mensagens de otimismo e treinamentos para as tropas americanas. Seus sonhos tiveram que aguardar, e um rombo de US$ 5 milhões foi deixado com essa espera que foi de 1939 à 1945. Mesmo devendo, Walt viu que um sonho maior ainda deveria ser realizado…

Walt Elias Disney

Com a ajuda de pessoas ao seu redor, Walt resolve procurar um espaço relativamente grande para abrigar um sonho. Conversou com seu irmão sobre a criação de um parque de diversões para a família, onde haveria apenas uma entrada e esta entrada teria uma longa rua. No final desta rua, haveriam outros caminhos que levavam aos reinos. Assim, era mais fácil das famílias não se perderem. Mas e no final desta rua.. era só chegar e seguir para novos caminhos? Não! Deveria ter uma espécia de recompensa quando se chega ao final da rua e não somente uma encruzilhada. “Quem sabe um castelo?” Bingo!

Roy seu irmão, relutou de início com a idéia mas logo partiu para buscar investimentos. Longo caminho a percorrer para receber vários nãos e portas fechadas. Foi até que Walt teve a brilhante idéia de se juntar a um canal de televisão.  Naquela época as redes NBC e CBS erão as duas maiores dos Estados Unidos. Na tentativa de crescer ainda mais e principalmente entrar na grande concorrência televisiva a ABC concordou em firmar um acordo de um programa semanal em troca de um empréstimo para as primeiros construções da terra da magia.

O sucesso do programa dominical foi quase que de imediato, passando ao primeiro lugar da audiência. Walt utilizava aquele espaço televisivo para, também, mostrar que estava construindo uma terra de sonhos chamada: Disneyland, na cidade de Anaheim (Califórnia).

Disneylad

Abertura marcada para o verão de 1955. Os operários, engenheiros e arquitetos trabalhavam dia e noite afim de manter tudo em ordem e no prazo. Há quem diga que uma semana antes da abertura, Walt Disney permaneceu 24 horas por dia dentro do parque cuidando cada detalhe, dormindo em um dos prédios da rua principal: agora intitulada Mains Street.

Disneyland first dayDia 15 de Julho de 1955, a Disneylândia abre suas portas ao grande público e foi um desastre total. Com um domingo ensolarado (e um dos mais quentes naquele ano), faltou comida e bebida. O parque recebeu muito mais do que sua própria capacidade. Brinquedos quebrados antes de chegar a noite e o asfalto recém colocado foi se derretendo com o calor do dia, deixando muitos rastros e inclusive alguns saltos de sapatos das visitantes. O parque fechou suas portas por duas semanas, logo depois, para um trabalho intenso de recuperação e voltar com tudo em ordem e funcionando.

Depois desse dia fatídico, Disneyland foi um grande sucesso. O parque recebia milhares de pessoas todos os dias. Os saldos bancários estavam no azul. E adivinhem só, Walt Disney não pararia por aí. Na verdade ele ficou bem decepcionado com o que via ao redor do seu parque. Eram restaurantes e hotéis baratos baixando o nível de sua tão estimada área construída. Isso não podia ser assim. Não era esse o seu sonho. E o sol da Califórnia era intenso, assim como o inverno. Solução? Abrir um novo parque em um novo local.

O sonho de Walt Disney era construir um mundo realmente mágico, onde as pessoas morariam em uma cidade futurista que realmente funcionaria e teriam como playground um reino mágico, ao melhor estilo Disneyland. Para isso começou a buscar o espaço ideal nos Estados Unidos.

Walt and Mickey

Acabou se interessando pela Flórida, um estado com clima agradável quase o ano inteiro. Muitos americanos fugiam das rigorosas férias de inverno indo para a Flórida. Com um grande incentivo fiscal do então atual governador, começou a comprar as terras, mas não com o seu nome: não queria aparecer e automaticamente levantar suspeitas para que os proprietários das terras aumentassem o valor da região. Apenas o governo sabia da intenção de Walt.

Concluída todas as compras, todos os lotes foram transferidos para a empresa Disney, e assim o mundo ficou sabendo que era em Orlando, na Flórida, o local onde Walt Disney instalaria mais um parque temático. Logo após o anúncio oficial o novo complexo começara a ser desenvolvido.

Em 15 de dezembro de 1966, Walt Disney falaceu de câncer no pulmão.  Tinha acabado de completar 65 anos de vida. Toda a empresa ficou de luto, mas a porta da Disneyland não foi fechada.

adeus-walt-disney1

Sem o grande mestre do entretenimento, seu irmão tomou as rédeas do projeto iniciado pelo Walt Disney e após três anos de planejamento, o Magic Kingdom abre suas portas em 1º de outubro de 1971, com um custo de US$450 milhões. A cidade futurista (planejada por Walt) acabou se tornando parque temático EPCOT, 11 anos depois. E os demais parques e resorts vieram depois com Roy no comando.

O sonho continua até hoje, “enquanto houver imaginação no mundo, a Disneyland jamais estará pronta” dizia Walt Disney. “Você pode sonhar, projetar, criar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas precisa de pessoas para tornar o sonho em realidade” .

Busch Gardens

kumbaCom diversas atrações fascinantes baseadas em encontros com o exótico continente africano, Busch Gardens é uma combinação única de montanhas-russas radicais, um dos melhores zoológicos dos Estados Unidos com mais de 12 mil animais, shows ao vivo, restaurantes, lojas e jogos. O parque Busch Gardens está localizado em Tampa, Flórida (aproximadamente 1h15 de carro de Orlando). Foi inaugurado como parque aberto e para degustação de cervejas em 1959. Depois passou ao novo conceito de Zoológico em 1965. Teve sua primeira montanha-russa em 1976.

Já esta no ar nosso GUIA COMPLETO DO BUSCH GARDENS. Acesse o menu no top do Blog ou clique aqui.

Comerciais Disney

Em 2011, a Disney esta com a campanha chamada “Let the Memory Begin”, confira abaixo as propagandas de televisão:

O comercial abaixou começou a ser exibido em 2008, com a nova campanha Disney para 2009: “What Will You Celebrate?”

A Disney realizou alguns comerciais de televisão no ano de 2001, intitulados: MAGIC HAPPENS. Muitos destes foram finalistas no prêmio Lion’s da Propaganda, sendo o primeiro apresentado aqui nesta página: o vencedor.

I Love You

Princess

Dreamer

Family Circle

 Business Trip
 

Disney é Disney, não confunda!

É muito comum as pessoas fazerem confusão. A cidade de Orlando esta localizado no estado da Flórida, nos Estados Unidos e possui diversos parques temáticos, não só da Disney. Mas quando um amigo/familiar/conhecido vai até Orlando, ele geralmente diz que foi para a Disney (mas você deve subentender que foi para a Disney e os outros parques de Orlando). Essa é a primeira grande informação que você deve ter.

A Disney não é um parque. O Walt Disney World é um complexo de quatro parques temáticos (Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom), dois parques aquáticos (Blizzard Beach e Typhoon Lagoon) e um centro de compras (Downtown Disney). E essa é a segunda grande informação que você deve ter. 

A Universal é um outro complexo de parques temáticos, neste caso dois (Universal Studios e Island of Adventure) e não fica ao lado da Disney (como muitos pensam), mas fica perto! E não podemos esquecer da Sea World, o parque temático de vida marinha (onde você poderá encontrar a famosa baleia Shamu), que fica literalmente no meio do caminho entre o Complexo Disney e o Complexo da Universal.

Quando você for planejar sua viagem, deve reserva pelo menos um dia para cada parque temático. Aqui você poderá encontrar informações suficientes de cada parque da Disney, para organizar da melhor forma possível sua viagem para o Reino Mágico. E falarei um pouquinho também dos demais parques, não se preocupe!

Tudo o que você precisa saber para transformar sua viagem inesquecível.